Disponível em: English (Inglês) | Français (Francês) | Português | Español (Espanhol) |

É possível andar de bicicleta com um pedal só, mas com dois é muito mais fácil! – plantador de igrejas indiano

Homens e mulheres partilham da mesma origem, imagem, redenção, do mesmo pecado e dos mesmos dons. Considerando quantas pessoas sequer ouviram o evangelho e experimentaram o reino de Cristo, tanto mulheres quanto homens precisam ser equipados, capacitados e enviados para levar todo o evangelho a todo o mundo. Certo plantador de igrejas cambojano declarou: “Se há 20 homens e 20 mulheres trabalhando em sua igreja, por que você optaria por usar apenas 20 homens? Para concluir a tarefa, o esforço de todos é necessário”.

Muitas vezes, contudo, a igreja se conforma com as culturas e religiões à sua volta, praticando um “sistema de castas”, no qual o fato de alguém nascer homem ou mulher determina a forma como servirá a Cristo e sua Igreja. Como testemunhou certa pastora tailandesa: “É tão difícil ser pastora. . . Às vezes, pergunto a Deus: ‘Por que o Senhor me usa?’ Há momentos em que meu coração sente profunda dor e até raiva quando vejo que os homens têm a preferência. Estou apenas tentando obedecer”.

Tanto homens quanto mulheres precisam remover obstáculos e agir com humildade, servindo com seus dons para edificar o Corpo de Cristo e impactar o mundo.

Todos nós, mulheres e homens, solteiros e casados, somos responsáveis por empregar os dons de Deus para o benefício de outros, como mordomos da graça de Deus, e para o louvor e glória de Cristo. Todos nós, portanto, também somos responsáveis por capacitar todo o povo de Deus para exercer todos os dons dados por Deus em todas as áreas de serviço para as quais Deus chama a Igreja. Não devemos apagar o Espírito desprezando os ministérios de ninguém. Compromisso da Cidade do Cabo II-F-3

Mais recursos estão disponíveis na versão em inglês desta página.