Article

O envelhecimento global e a obra missionária

Tom McCormick 07 mar 2023

O envelhecimento populacional e o etarismo são desafios globais. Como os cristãos podem obedecer ao mandamento bíblico de cuidar dos idosos?

Em seu livro Force of Character [Força de caráter], James Hillman escreve: “É possível que o século 21 não fique mais verde como resultado da consciência ecológica, mas certamente ficará mais cinza em consequência do envelhecimento da população”. Como veremos a seguir, o envelhecimento global é tema de alta prioridade não apenas pela perspectiva demográfica, mas também pela bíblica.

Os demógrafos da Nações Unidas sintetizam em quatro pontos as 500 páginas de seu estudo World Population Ageing [Envelhecimento populacional mundial], 1950-2050:

  1. O envelhecimento populacional é algo sem precedentes e sem paralelo na história da humanidade, e tende a crescer rapidamente.
  2. O envelhecimento populacional é generalizado, um fenômeno global que afeta de várias formas homens, mulheres e crianças.
  3. O envelhecimento populacional é profundo, com consequências e implicações importantes em todos os aspectos da vida do homem.
  4. O envelhecimento populacional é duradouro; não voltaremos a ter populações jovens como antes.

A quantidade de pessoas acima dos 60 anos em todo o mundo deverá passar de 1 bilhão em 2020 para 2,1 bilhões em 2050 e 3,2 bilhões em 2100. Em 2018, havia mais pessoas com mais de 65 anos do que com menos de 5 anos, e prevê-se que essa tendência mundial persista até 2050, quando a quantidade de pessoas acima dos 65 anos será 2⅓ vezes maior do que a de crianças com menos de 5 anos de idade.

Embora esses números variem conforme a região, observa-se a mesma tendência em todos os lugares, o que representa desafios profundos para a infraestrutura de qualquer sociedade – sob o ponto de vista econômico, médico, educacional, familiar etc. Esse cenário, contudo, apresenta também muitas oportunidades missionárias.

A Organização Mundial da Saúde, por sua vez, classificou o etarismo, ou a discriminação em razão da idade, como um desafio global. Segundo essa organização subordinada à ONU, “o etarismo se infiltra em muitos setores e instituições da sociedade, abrangendo as áreas da saúde e da assistência social, os locais de trabalho, a mídia e o sistema jurídico”.

O etarismo também se infiltrou na igreja e nas organizações missionárias? Como cristãos, o que podemos fazer para obedecer ao mandato bíblico de cuidar dos idosos?

Nosso mandato bíblico

A Bíblia tem muitos mandamentos que falam da forma como devemos tratar os idosos. Por exemplo, o quinto dos Dez Mandamentos — “Honra teu pai e tua mãe” — é repetido diversas vezes no Novo Testamento. Em 1Timóteo 5.1 – “Não repreenda asperamente ao homem idoso, mas exorte-o como se ele fosse seu pai” – esse mandamento é ampliado para incluir todos os idosos. É também o primeiro mandamento com promessa e advertência. A promessa é “para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra” (Ef 6.2), mas aquele que o desconsiderar (no contexto das viúvas), “negou a fé e é pior que um descrente” (1Tm 5.8).

Embora nem toda viúva seja idosa, muitas são. Como, então, esse cuidado com as viúvas, prescrito por Tiago (1.27) como modelo para a “religião pura e imaculada”, pode nortear o discipulado fiel a Jesus, nosso Senhor, Salvador, Rei e Bom Pastor? De forma resumida, encontramos os seguintes componentes bíblicos de como Deus honra as viúvas, que devem moldar nossas próprias ações e atitudes para com os idosos:

  • Deus protege as viúvas. Ele supre suas necessidades físicas e psicológicas. “Pai para os órfãos e defensor das viúvas é Deus em sua santa habitação” (Sl 68.5).
  • Deus provê para as viúvas. Ele supre suas necessidades materiais. “Ao final de cada três anos, tragam todos os dízimos da colheita do terceiro ano e armazene-os em sua própria cidade, para que os levitas, que não possuem propriedade nem herança, e os estrangeiros, os órfãos e as viúvas que vivem na sua cidade venham comer e saciar-se, e para que o Senhor, o seu Deus, o abençoe em todo o trabalho das suas mãos” (Dt 14.28, 29).
  • Deus inclui as viúvas. Ele as convida especialmente para as festas, suprindo suas necessidades sociais, culturais e espirituais. “Celebrem então a festa das semanas ao Senhor, ao seu Deus […]. Alegrem-se nessa festa com os seus filhos e as suas filhas, os seus servos e as suas servas, os levitas, os estrangeiros, os órfãos e as viúvas que vivem na sua cidade” (Dt 16.10-15).
  • Deus demonstra compaixão especial pelas viúvas. Ele supre suas necessidades emocionais. “Não prejudiquem [não se aproveitem explorem, aflijam] as viúvas nem os órfãos. Porque se o fizerem, e eles clamarem a mim, eu certamente atenderei ao seu clamor” (Êx 22.22; cf. Is 9.17).
  • Deus faz justiça às viúvas. Ele atende às suas necessidades legais, incluindo a justiça distributiva. “Ele defende a causa do órfão e da viúva […], dando-lhe alimento e roupa”. (Dt 10.18).

Portanto, assim como o cuidado de Deus, o nosso cuidado com as viúvas deve ser holístico, completo e integrado. Devemos combater o preconceito em razão da idade e cumprir nosso mandato bíblico de cuidar dos idosos, esforçando-nos para proteger, prover, incluir, demonstrar compaixão especial e executar justiça para os idosos em nosso meio.

O que devemos fazer?

Em primeiro lugar, devemos refletir e orar sobre as realidades demográficas e os mandatos bíblicos descritos acima.

“Cuidar dos idosos significa, antes de tudo, nos preparar para [nossa própria] experiência de envelhecimento”.

Segundo, devemos reconhecer, como fazem Henri Nouwen e Walter Gaffney em Aging: The Fulfillment of Life, que “nossa primeira pergunta não é como sair e ajudar os idosos, mas como permitir que os idosos entrem no centro de nossas próprias vidas”. Eles continuam: “Cuidar dos idosos significa, antes de tudo, nos preparar para [nossa própria] experiência de envelhecimento”.

Terceiro, devemos investigar nossas realidades locais e nacionais e os recursos disponíveis. Nossas observações pessoais e pesquisas na Internet podem nos trazer muitas informações úteis, porém em muitas partes do mundo, isso não é possível. Converse com a liderança de sua igreja e de outras organizações cristãs de sua região.

Quarto, analise os modelos, recursos e oportunidades apresentados no final deste artigo. Quem sabe você se motiva a fazer algo semelhante? E para os aventureiros, o projeto ou modelo mais indicado para uma missão integral e holística para (e desde e até) o envelhecimento é, sem dúvida, o Plano de Ação Internacional de Madri sobre o Envelhecimento, disponível em seis idiomas. É o mais abrangente possível, exceto pela integração do aspecto “espiritual”, que é nossa responsabilidade especial como cristãos.

Diante da atenção nacional, internacional, acadêmica e corporativa voltada já há algumas décadas ao envelhecimento e dos claros mandatos bíblicos e missionários, pode-se indagar por que não há mais dedicação da obra missionária a essa tendência global, que acontece sob nossos olhos.

Devemos juntos, na “unidade do Espírito pelo vínculo da paz”, ser aqueles que farão essa mudança?


Recursos Adicionais

Estudos de caso e recursos para o ministério com idosos


Três estudos globais de caso

Os três estudos de caso a seguir oferecem uma amostra de como alguns ministérios ao redor do mundo estão cuidando dos idosos.

1) Reach One Touch One Ministries – Mukono, Uganda

Em 2002, o ugandense Kenneth Mugayehwenkyi comoveu-se com a situação de uma idosa. Não há em Uganda auxílio governamental como aposentadoria, pensões, seguros, assistência médica a idosos ou a pessoas deficientes, bem como outros programas de benefícios. Os idosos, portanto, dependem da geração seguinte, mais jovem, para suprir suas necessidades básicas. No entanto, após a crise da AIDS e de incontáveis guerras, muitos adultos mais velhos se veem cuidando de seus netos sem dispor de assistência médica e recursos necessários para que qualquer uma das duas gerações prospere.

Em outubro de 2003, Kenneth lançou o Reach One Touch One Ministries (ROTOM) para aliviar o sofrimento dos idosos em Uganda. O ROTOM tem Grupos Comunitários de Idosos em mais de 56 vilarejos. Eles se reúnem duas vezes por mês para um tempo de confraternização, onde vovós e vovôs cantam, dançam, aprendem sobre Jesus, encorajam uns aos outros e compartilham uma farta e nutritiva refeição.

O ROTOM também oferece:

  • Assistência de saúde como cuidados geriátricos, visitas domiciliares, distribuição de medicamentos, exames médicos e aquisição de equipamento para os Centros de Saúde ROTOM.
  • Segurança e proteção doméstica como reparos em residências, construção de novas moradias, se necessário, fornecimento de cozinhas cobertas e iluminação solar sustentável para idosos.
  • Nutrição e garantia de renda por meio de materiais para agricultura e criação de animais, e da instrução sobre a melhor forma de administrar esses recursos. Também são oferecidos educação nutricional e treinamento em desenvolvimento de habilidades e geração de renda.
  • O fundo de abastecimento, saneamento e higiene (Water, Sanitation, and Hygiene – WASH) fornece aos idosos sistemas de armazenamento de água potável, constrói latrinas resistentes e seguras, e oferece orientação sobre higiene pessoal aos idosos, conforme necessário.
  • O fundo de cuidado aos dependentes (Dependent Care Fund) oferece assistência a filhos dependentes por meio de auxílio financeiro para assistência médica, educação, nutrição, apoio emocional e social, bem como liderança e desenvolvimento de habilidades.

2) Doukonia – Sevilha, Espanha

A Doukonia é uma organização não governamental de abrangência nacional, sem fins lucrativos, fundada em 2002 com o objetivo de atender o setor da Terceira Idade (pessoas de 60 a 74 anos) suprindo necessidades de cuidados básicos, psicológicos, sociais e espirituais. A Doukonia fornece programas diversificados:

  • Programas de saúde e bem-estar visando melhorar a saúde e a qualidade de vida dos idosos e das pessoas ao seu redor.
  • AireDvida, um lar para idosos nos arredores da cidade de Sevilha, para que os residentes não sofram por se sentirem separados de seus familiares, amigos e do lugar onde viveram a maior parte de suas vidas.
  • Dia do Idoso, reconhecendo a importância do idoso no Dia Internacional do Idoso, comemorado em 1º de outubro.
  • Feira Doukonia, uma feira como as realizadas no passado, que oferece desde comidas típicas, danças e concursos até um encerramento com churros e chocolate.
  • Retiro de Primavera, um fim de semana em Sierra de Sevilha, no qual os idosos ficam cercados pela natureza e desfrutam de momentos de relaxamento, amizade e muitas outras atividades.
  • Viagens culturais realizadas aos finais de semana a um preço acessível para idosos, por meio das quais eles podem conhecer parte da geografia de Portugal e Espanha.
  • Loja Beneficente de artigos de segunda mão com o objetivo de reciclar objetos usados e arrecadar fundos para o ministério.

Como uma prova de algo que pode ser realizado por poucas pessoas, mas um exemplo de ministério que poucas pessoas não conseguem manter, o Doukonia fechará em 2023, depois de 23 anos.

3) 105 Gibson Centre – Região da Grande Toronto, Canadá

O 105 Gibson Centre começou em 2010, quando a Comunidade Cristã de Toronto comprou o armazém de 4 mil metros quadrados que ficava ao lado da igreja. Depois de muita oração, os líderes da igreja receberam uma visão de Deus para construir um centro cristão de cuidados comunitários e torná-lo uma plataforma para alcance holístico e impacto social.

O centro oferece programas de condicionamento físico, alfabetização e arte para crianças, adolescentes, jovens e adultos, bem como programas específicos para famílias. Os programas para adultos acima de 55 anos incluem: alfabetização, uso de tecnologia e alfabetização em chinês; bem-estar, como Tai Chi, aulas de dança, atividades cognitivas, aulas de alongamento e palestras de medicina chinesa; arte, como desenho (pintura de paisagem chinesa), canto e caligrafia chinesa; espiritualidade, incluindo o compartilhamento de histórias de vida; celebração de festivais culturais e oportunidades de voluntariado comunitário.

O 105 Gibson também oferece serviços para a comunidade, como banco de alimentos, clínica fiscal, brechó e serviços de saúde, como aconselhamento, massoterapia, telerreabilitação e uma clínica para consultas médicas.

Recursos por região (em inglês)

Author's Bio

Tom McCormick

O Dr. Tom McCormick tem dedicado mais de 45 anos ao ministério em Lares de Idosos, além de atuar como missionário em 6 continentes. Ele ministrou cursos de pós-graduação e graduação. Tom possui um Mestrado em Artes (Bíblia; Seminário Westminster, Filadélfia), um Doutorado em Humanidades (Universidade do Texas, Arlington) e um Doutorado em Filosofia (ICS, Toronto).