Disponível em: English (Inglês) | Français (Francês) | Português | Español (Espanhol) |

“Não estavam ardendo os nossos corações dentro de nós, enquanto ele nos falava no caminho e nos expunha as Escrituras?” (Lucas 24.32)

Nossos corações ardem quando lemos a Bíblia?

Engajar-se na leitura das Escrituras significa amar a Palavra de Deus de todo o coração, mente e alma a fim de amá-lo de forma mais profunda. Se desejamos amar a Deus, precisamos amar sua Palavra. Nosso conhecimento das verdades de Deus encontradas em sua Palavra precisa ser devocional e pessoal.

A Palavra de Deus nos leva a conhecê-lo e a amá-lo.

No caminho para Emaús, os discípulos perguntaram um ao outro: “Não estavam ardendo os nossos corações dentro de nós, enquanto ele nos falava no caminho e nos expunha as Escrituras?” (Lucas 24.32).

Deus nos deu sua Palavra para que possamos conhecê-lo. Muitas pessoas deste mundo não têm acesso à Palavra, por isso vivem em escassez de conhecimento bíblico. Mesmo depois de séculos de atividades missionárias, ainda há pessoas que não desfrutam de um relacionamento com seu Criador porque não têm acesso às Escrituras em um idioma que possam entender. Há 7 mil idiomas conhecidos hoje, e mais de 1 bilhão de pessoas em todo o mundo não dispõem da Bíblia completa em sua língua materna.

A Bíblia é indispensável para a formação espiritual individual e a evangelização mundial, pois revela a identidade, o caráter, os propósitos e as ações de Deus. A Palavra é o principal testemunho do Senhor Jesus Cristo. Quando lemos, ouvimos ou assistimos às Escrituras, temos um encontro com ele por meio de seu Espírito. Todos merecem conhecer o Senhor através da sua Palavra. Nossa Rede Temática, além de explorar as razões pelas quais o Engajamento nas Escrituras é essencial, também procura ajudar as pessoas a vencer o desafio de engajar-se na leitura da Palavra seja no local de trabalho, no lar, na igreja ou em locais públicos.

Recebemos toda a Bíblia como a Palavra de Deus, inspirada pelo Espírito de Deus, falada e escrita por meio de autores humanos. Nós nos submetemos a ela como suprema e única autoridade, que rege nossa fé e nossa conduta. Nós testificamos o poder da Palavra de Deus para cumprir o seu propósito de salvação. Afirmamos que a Bíblia é a Palavra final, escrita, de Deus, incontestável por qualquer outra revelação, mas também nos alegramos pois o Espírito Santo ilumina a mente do povo de Deus a fim de que a Bíblia continue a falar a verdade de Deus de outras maneiras para pessoas de todas as culturas. (Compromisso da Cidade do Cabo I-6)

Afirmamos a inspiração divina, a veracidade e autoridade das Escrituras tanto do Velho como do Novo Testamento, em sua totalidade, como única Palavra de Deus escrita, sem erro em tudo o que ela afirma, e a única regra infalível de fé e prática. Também afirmamos o poder da Palavra de Deus para cumprir o seu propósito de salvação. A mensagem da Bíblia destina-se a toda a humanidade, pois a revelação de Deus em Cristo e nas Escrituras é imutável. Por meio dela, o Espírito Santo fala ainda hoje. Ele ilumina a mente do povo de Deus de todas as culturas, de modo a perceberem a sua verdade, de maneira sempre nova, com os próprios olhos, e assim revela a toda a igreja uma porção cada vez maior da multiforme sabedoria de Deus. (Pacto de Lausanne, pt2)

A Rede Temática de Engajamento nas Escrituras colabora com o Grupo Internacional de Engajamento nas Escrituras do Fórum de Agências BíblicasIniciativa de Engajamento nas Escrituras da Aliança Evangélica Mundial e a Iniciativa Lausanne-Ortodoxa além de realizar webinars com outras Redes Temáticas de Lausanne.

Mais recursos estão disponíveis na versão em inglês desta página.